Alho picado

E aí pessoal? Tudo beleza? Estou viajando à trabalho e estou fora das “CNTP” para postar coisas aqui, peço paciência nas próximas duas semanas.

Este post é rapidinho, mas vai ajudar demais vocês na cozinha. Nas receitas que coloquei no blog até agora tenho falado a quantidade de alho necessária para as receita utilizando a “unidade de medida” dente de alho ou colher de alho picado.

Se tem algo realmente chato quando cozinhamos é descascar e picar o alho para temperar os alimentos, concordam? Bom pelo menos para mim é. Pensando nisso, há alguns anos atrás começou a ser vendido nos mercados, potinhos de alho picado. A intenção e a ideia inicial, foram muito boas pois o produto chegava para poupar trabalho para os cozinheiros(as), porém hoje em dia existem diversas marcas e tamanhos disponíveis nos mercados (figura 1) e junto com esse aumento de variedades ocorreu também a queda da qualidade, pois no início esse potinho era somente de alho picado e hoje em dia são adicionados outros ingredientes como sal, água, ácido cítrico, conservantes entre outros (figura 2).

Figura 2 - Variedades

 Figura 1 – Variedades de potes.

Figura 3 - Ingredientes diferentes de alho

Figura 2 – Ingredientes diferentes de alho.

Pois então meus amigos, este post vai ajudar a vocês não perderem tempo descascando e picando o alho, bem como vai proporcionar que vocês comam esse espetacular tempero sem ingredientes químicos.  É Muito fácil!

Vocês irão precisar de:

  • Alho descascado,
  • Azeite,
  • Potes ou fracos preferencialmente de vidro.

Nas grandes redes de mercado (principalmente os mercados atacadistas), em quitandas e também em feiras livres é fácil encontrar uns sacos de alho já descascados (normalmente vendido em 500 g ou 1 Kg), veja bem, quando digo que é fácil, é porque é mesmo, via de regra não procuramos muito isso em mercado, por isso talvez vocês nunca tenham visto, mas caso não encontrem, perguntem para algum funcionário no mercado que ele, provavelmente irá lhes informar; este na figura abaixo eu comprei em uma das feiras livres da cidade em que moro (figura 3).

Figura 4 – 500 g de alho fresco descascado.

Como fazer:

Coloquem os alhos descascados num processador ou mixer e batam-nos até picá-los, não deixe tempo demais senão irão virar uma pasta. Após isso coloquem-nos em um pote de vidro ou plástico até enchê-lo totalmente (figura 5), após isso coloquem azeite até cobrirem todo o alho picado (figura 6).

Figura 5 - Encha o pote quase até a boca

Figura 4 – Encha o pote quase até a boca.

 Figura 6 Azeite = conservante

Figura 5 –  Azeite = conservante.

Algumas considerações:

  1. Para conservar por mais tempo e não estragar; TODO O ALHO tem que estar coberto de 
  2. É necessário ter especial atenção para após realizado todo o procedimento acima,  fechar o pote como uma tampa e colocá-lo na geladeira.
  3. E o tempo de “validade” dentro de uma geladeira? Durante o último mês de dezembro tive que viajar para resolver uns problemas e permaneci quase que 25 dias fora de casa, e no retorno eles estavam perfeitos. Então minha sugestão (comprovada) é de 25 dias, aqui em casa um pote desse dura seis a sete dias (uso alho em quase tudo que é salgado e além disso gosto demais).
  4. E o pote? Algum em especial? Esse potinho da foto é de vidro (preferencialmente) e é oriundo de um molho pronto de uma marca bem conhecida, mas os  potinho de sopinhas de bebê também são ótimos.

 

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!