Arroz de Bacalhau

E aí pessoal? Tudo Beleza? Hoje eu vou trazer uma receita que tem como ingrediente principal o bacalhau. E por ser tão simples de fazer, vocês vão desejar prepará-la ainda hoje! O passo mais chato dessa receita é justamente dessalgar o bacalhau, mas isso vocês já aprenderam aqui no blog quanto postei a receita de bacalhau ao Zé do Pipo.

INGREDIENTES

  • 300 gramas de bacalhau dessalgado (DE QUALIDADE),
  • 1 xícara de arroz (parbolizado preferencialmente),
  • 1 colher de sopa de azeite,
  • 2 colheres de sopa de alho,
  • 1 cebola ralada,
  • 1 tomate picado,
  • >1/2 xícara de salsinha picada,
  • 2 ovos cozidos, e
  • 5 azeitonas azapas.

COMO FAZER
Após dessalgar o bacalhau coloquem-no em uma panela com água para cozinhar. Fiquem atentos para não deixarem o bacalhau fervendo na água por mais de 5 minutos (figura 1).

Após 5 minutos, escorram o bacalhau e provem uma lasca da parte central dele, se o sal estiver de acordo com seu gosto, reserve-o. Caso contrário, repitam o processo para adequar o sal ao seu paladar.


Figura 1 – Cozinhando o bacalhau.

Esperem o bacalhau esfriar e desfiem-no em lascas grandes, desprezando a pele e as espinhas (figura 2).


Figura 2 – Fiquem atentos com as espinhas, quanto melhor a qualidade do bacalhau, mais fácil será para desfiá-lo.

Para facilitar o trabalho, antes da preparação, já deixem “adiantados” os ingredientes que serão utilizados, ou seja: o alho picado, a cebola ralada, o tomate picado, a salsinha picada e os ovos cozidos (figura 3).


Figura 3 – Ingredientes adiantados.

Numa panela em fogo alto coloquem o azeite (figura 4), o alho picado (figura 5), a cebola ralada (figura 6) e o tomate picado (figura 7). Apesar de parecer que os ingredientes devem ser colocados em sequência, deem um intervalo entre cada um deles, para que fiquem levemente dourados.


Figura 4 – Azeite.


Figura 5 – Alho picado.


Figura 6 – Cebola ralada.


Figura 7 – Tomate picado.

Quando os ingredientes estiverem bem murchos e dourados, incluam o bacalhau desfiado para refogar (figura 8) e misturem bem por uns cinco minutos para que os ingredientes fiquem incorporados uns aos outros (figura 8).


Figura 8 – Incluam o bacalhau.

Após o tempo de cinco minutos, coloquem a xícara de arroz e mexam mais uma vez para que ele incorpore aos outros ingredientes (figura 9). Como naturalmente a cebola e o tomate soltam muita água, o arroz já iniciará o seu cozimento.


Figura 9 – Arroz para refogar.

Após cinco minutos, incluam duas xícaras de água (figura 10) e o cheiro verde picado (figura 11). Mexam para misturar todos os ingredientes e abaixem o fogo, para que o arroz cozinhe naturalmente na água (mais ou menos 12 minutos).


Figura 10 – A quantidade de água é sempre o dobro da de arroz.


Figura 11 – Incluam o cheiro verde picado.

Após o tempo sugerido, retirem o arroz do fogo, coloquem numa travessa e enfeitem com os ovos cozidos e as azeitonas azapas (figura 12).


Figura 12 – Servidos?

Muito fácil né?! Para quem não tem dificuldade em fazer o arroz essa receita não tem mistério nenhum, pois o processo é o mesmo. Não se trata de um risoto, ok pessoal?! O risoto é mais cremoso.

Outro detalhe importante. Como vocês perceberam, não coloquei sal na receita, pois o sal proveniente do bacalhau já é o suficiente para deixar a comida saborosa. Porém como o sal é a gosto, caso queiram incluam-no no momento do cozimento.

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.