Bolinho de Bacalhau

E aí pessoal? Tudo beleza? Antes de qualquer começar a falar sobre a receita, gostaria de pedir desculpas aos meus seguidores, pois já faz um tempo que não posto nenhuma nova receita. Logo no início do blog coloquei como meta postar receitas novas uma vez por semana, depois por motivos de trabalho me permiti postar de quinze em quinze dias.

Acontece que nesse início de ano a “batida” diária anda bem complicada e até conseguir me adaptar vou precisar de um pouco da paciência de vocês. Muito obrigado pela compreensão!

A receita de hoje, na minha opinião, é o melhor tira gosto para comer degustando uma cerveja gelada ou um bom vinho, trata-se de bolinho de bacalhau!

Vocês vão precisar de:

  • 300 gramas de bacalhau,
  • 500 gramas de batata inglesa,
  • 1 cebola pequena ralada,
  • 1/2 xícara de cheiro verde picada,
  • 1 ovo.

Como fazer:

Após dessalgar o bacalhau colocando-o de molho por pelo menos 12 horas (trocando a água a cada 4 horas), coloquem- no numa panela com água e levem ao forno até levantar fervura (figuras 1 e 2).

Figura 1 – Bacalhau para ferver.

Figura 2 – Começando a ferver.

Não deixem ferver  muito, assim que a água começar a borbulhar, desliguem o fogo e escorram o bacalhau (figura 3). Provem um pedaço da parte central de uma das postas e se tiver dessalgado ao gosto de vocês, retirem as peles e as espinhas, desfiem em lascas pequenas (figura 4) e reservem. Caso o bacalhau ainda esteja salgado, repitam o processo de fervura.

Figura 3 – Bacalhau escorrido.

Figura 4 – Desfiando o bacalhau e descartando a pele e espinhas.

Descasquem as batatas, cortem em rodelas, coloquem numa panela com água (figura 5), levem ao forno até cozinhá-las e após isso amassem grosseiramente utilizando um amassador (figura 6). Após isso reservem.

Figura 5 – Batatas para cozinhar.

Figura 6 – Não é para amassar até obter um purê, é apenas uma “amassadinha”.

Vamos para os temperos. Piquem uma cebola pequena em pedaços bem pequenos (figura 7) e piquem um maço de cebolinha (figura 8) até obterem meia xícara de chá desse tempero (figura 9), em seguida reservem.

Figura 7 – Caso tenham um processador de alimentos sugiro que utilizem.

Figura 8 – Eu aproveito o máximo das folhas e descarto os talos.

Figura 9 – Cebolinha picada.

O próximo passo é colocar todos os ingredientes numa tigela (figura 10), misturar com as mãos (figura 11), acrescentar um ovo (figura 12), e continuar misturando até obter uma massa firme.

Figura 10 – Ingredientes na tigela.

Figura 11 – Misturem bem.

Figura 12 – Acrescentem um ovo para dar liga.

Com a massa pronta, enrolem até obterem todos os bolinhos e coloquem numa assadeira. Sugiro que façam do tamanho de uma bolinha de ping pong (figura 13).

Figura 13 – Tarefa fácil para quem brincou de massinha quando era criança.

Por fim peguem aquela panela surrada que vocês utilizam para fritura, coloquem óleo até a metade, levem ao fogo médio e fritem (figuras 14 e 15) os bolinhos aos poucos (no máximo 4 bolinhos por vez).

Figura 14 – Fritem o primeiro sozinho para ver a consistência dele.

Figura 15 – Servidos?

EM TEMPO: Caso o primeiro bolinho que vocês forem fritar comece a se desmontar no óleo quente, é porque a massa ainda não está tão consistente (por diversos motivos… batata muito aguada, cebola grande demais…), ou seja, é necessário colocar mais um ovo na mistura da massa.

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *