Caldo de legumes

E aí pessoal? Tudo Beleza? Hoje, mais uma vez, irei ensinar uma receita que é “ponta pé inicial” para outras receitas, e além do mais é uma maneira de salvar aqueles legumes que já estão murchando na sua geladeira. Por mais que tenhamos a preocupação de comprar legumes e verduras numa quantidade suficiente para que não estraguem naquela gaveta grande da parte de baixo da geladeira, não adianta via de regra sempre tem uma cenoura, ou batata,  ou tomate que terminam ficando passados e acabam indo para o lixo, mas com essa receita bem fácil que irei ensinar agora vocês poderão aproveitá-los e dar um sabor especial em uma outras receitas que venham  fazer, adivinharam?! Acertou quem disse caldo de legumes.

Vocês irão precisar de:

  • 2 colheres de sopa de azeite,
  • 1 colher de sopa de alho,
  • 1 colher de Alho poró,
  • 1 cebola cortada de forma grosseira,
  • 1 tomate picado,
  • Legumes e verduras que estão murchando na sua geladeira,
  • 1 talo de salsão,
  • 2 litros de água,
  • Sal à gosto.

A única coisa que pedirei para vocês comprarem é o salsão e o alho poró (mas é totalmente opcional), pois as folhas destas verduras darão um sabor diferenciado no caldo de vocês; olha o que tinha na minha geladeira (figura 1)

Figura 1- Cebola, tomate, abobrinha, berinjela, cenoura, alho, salsão e alho poró.
Figura 1- Cebola, tomate, abobrinha, berinjela, cenoura, alho, salsão e alho poró.

 Numa panela grande coloquem as duas colheres de sopa de azeite e deixem esquentar (figura 2), em seguida coloquem o alho (figura 3), caso tenham comprado o alho poró (figura 4),  o tomate (figura 5) e a cebola (figura 6).

Figura 2 - Azeite.
                       Figura 2 – Azeite.
Figura 3 - Alho.
                       Figura 3 – Alho.
Figura 4 - Alho poró.
                      Figura 4 – Alho poró.
Figura 5 - Tomate.
                      Figura 5 – Tomate.
Figura 6 - Cebola.
                      Figura 6 – Cebola.

Deixem tudo refogar por aproximadamente 5 minutos mexendo sempre com uma colher de bambu, após esse tempo incluam os legumes e verduras que vocês tem em casa cortados em pedaços grosseiros (figura 7) e deixem refogando por uns dois a três minutos (sem deixar queimar).

Figura 7 - Tudão refogando.
              Figura 7 – Tudão refogando.

Após o tempo de refoga dos legumes, coloquem os dois litros de água filtrada (figura 8) e acaso tenham optado por comprá-los, coloquem um talo de salsão picado (figura 9) e as folhas do alho poró (figura 10).

Figura 8 - Água nos legumes... vamos para o caldo.
Figura 8 – Água nos legumes… vamos para o caldo.
Figura 9 - Talo de salsão.
                  Figura 9 – Talo de salsão.
Figura 10 - Folhas de alho poró.
         Figura 10 – Folhas de alho poró.

 Por fim coloquem o sal (figura 9), como sempre digo o sal é à gosto, mas para terem referência coloquei uma colher de sopa.

Figura 11 - Uma colher de sal para mim é suficiente.
Figura 11 – Uma colher de sal para mim é suficiente.

Prontinho! Agora é deixar em fogo baixo por 40 minutos (figura 12) e após esse tempo coar com auxílio de uma peneira os legumes (figura 13).

Figura 12 - Observem como fica lindão nosso caldo.
Figura 12 – Observem como fica lindão nosso caldo.
Figura 13 - Agora é soar coar.
            Figura 13 – Agora é soar coar.

Após coado, vocês podem até congelá-lo e guardá-lo para uma receita futura, eu por exemplo usei (figura 14) num risoto de filé de frango. Como sempre ensino em minhas receitas, gosto do que é fácil; dissolver um cubo de caldo de legumes em água quente é mais fácil e mais rápido (SEM DÚVIDA) do que fazer essa receita. Acontece que essa receita é para não desperdiçar os legumes comprados em excesso na última feira que vocês fizeram; tentem fazer e me digam depois o que acharam. Não vou mentir… o sabor desse que é feito em casa  é incomparavelmente melhor e certamente mais saudável.  

(10)
Figura 14 – Caldo de legumes sendo usado.

E aí o que acharam? Não dá trabalho nenhum, TUDO é cortado de forma grosseira e se não tiverem com paciência não é necessário nem descascar os legumes.

 

 

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.