Ceviche de tilápia

E aí pessoal? Tudo beleza? Hoje vou apresentar mais uma receita com frutos do mar, porém diferente das outras em que o processo de preparação ocorreu assando ou cozinhando através do fogão, a de hoje será preparada apenas marinando em suco de limão.

A comida que estou me referindo é conhecida como Ceviche (ou cebiche, ou ainda seviche). Trata-se de um prato da culinária peruana baseado em peixe cru de carne firme marinado em suco de limão ou lima ou outro cítrico. Em algumas receitas o camarão, a lagosta ou mesmo polvo podem também ser usados.

Essa receita é mais uma daquelas receitas que custam os “zóiodaca” nos cardápios dos restaurantes especializados em frutos do mar, mas que sua preparação é bem simples e o custo final é bem mais em conta quando feito em casa.

Vocês irão precisar de:

  • 300 gramas de tilápia fresca,
  • 2 colheres de sopa de azeite,
  • 2 limões,
  • 1 cebola roxa grande,
  • 2 pimentas dedo de moça,
  • 1/2 xícara de chá de salsinha cortada picadinha (ou se preferir coentro),
  • Gengibre, e
  • Sal a gosto.

Como fazer:

Disponham os filés de tilápia numa tábua (figura 1) e cortem em tiras (figura 2). Em seguida cortem essas tiras em cubinhos de tamanhos de aproximadamente 1 cm (figura 3) e após isso reservem.

Figura 1 – Filés frescos e limpos.

Figura 2 – Uma faca bem afiada ajuda nessa hora.

Figura 3 – Para não terem que usar uma régua para medir os cubinhos, cortem do tamanho de uma unha.

Agora com auxílio de uma tábua cortem a parte superior, a parte inferior e retirem o anel externo da cebola roxa,  deixando apenas a parte central (figura 4). Na sequencia dividam a cebola no meio e cortem em tiras finas (figura 5).

Figura 4 – Entenderam o que é para ser feito com a cebola? Uma imagem explica tudo.

Figura 5 – Após dividir a cebola no meio, cortem em tiras bem finas.

DICA: Certa vez vi a reportagem de uma Chef peruano ensinando a fazer o ceviche tradicional na qual explicava que essa maneira de abrir a cebola (cortando a parte superior, a parte inferior e retirando o anel externo) era a melhor forma de cortar a cebola sem ter que jogar água nela para limpá-la. Ele dizia que dessa forma não “contaminaríamos” a cebola com água.

Em seguida, retirem TODAS as sementes internas da pimenta dedo de moça (figura 6), cortem em pedaços bem pequenos (figura 7) e reservem.

Figura 6 – São as sementes da pimenta que dão o maior ardor na comida.

Figura 7 – Quanto mais miudinha melhor e mais apresentável.

Piquem bem a salsinha (figura 8) e reservem. Ralem no ralo fino de uma ralador o gengibre, a quantidade suficiente para obter 1/2 colher de chá (figura 9).

Figura 8 – Uma salsinha fresca é bom demais.

Figura 9 – O gengibre irá dar um aroma especial na receita.

Com tudo adiantado, agora é encerrar a preparação. Numa tigela preferencialmente de inox, coloquem as colheres de azeite (figura 10) e o suco dos dois limões (figura 11). Com auxílio de um batedor mexam para que os dois ingredientes fiquem integrados um ao outro (figura 12).

Figura 10 – Azeite.

Figura 11 – Limão.

Figura 12 – Tudo junto e misturado.

Agora coloquem dentro da tigela a tilápia cortada cubos (figura 13), o gengibre (figura 14 ), a cebola (figura 15 ), a pimenta (figura 16 ), a salsinha (figura 17 ) e misturem bem a cada novo ingrediente incluído.

Figura 13 – Tilápia em cubos.

Figura 14 – Gengibre.

Figura 15 – Cebola roxa.

Figura 16 – A pimenta dedo de moça picada.

Figura 17 – Salsinha picada.

Por fim, temperem com sal a gosto e levem a geladeira por no mínimo duas horas para que o limão consiga marinar por completo o peixe. Vocês perceberão que o peixe ficará branquinho ao final do processo.

Figura 18 – Servidos?

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.