Falsa Lasanha

E aí pessoal? Tudo beleza? Desde o início do blog tenho tentado trazer receitas de fácil preparação e com ingredientes de fácil acesso. Alguns dos meus amigos “desbravadores da cozinha” podem dizer “- espera aí, ele já usou os temperos açafrão e o curry em receitas já publicadas?!” Concordo com vocês, apesar destes ingredientes não serem muito comuns, são facilmente encontrados nos mercados no setor de temperos desidratados. Concordam comigo?

Enfim, minha intenção é (e sempre será) facilitar a preparação de receitas por vocês, porém uma vez ou outra, irei desafiá-los a fazerem “um algo a mais” em determinados passos de algumas receitas, como fiz quando sugeri que usassem a panela de pressão na receita de escondidinho de carne seca, ou quando sugeri que cozinhassem a moranga no microondas na receita de camarão na moranga ou então quando sugeri que “tampassem” o empadão na receita de empadão de frango com palmito.

Hoje irei ensinar uma receita que faço com espaguetti, porém chamo de Falsa Lasanha. Apesar de ser muito simples de fazer e com poucos ingredientes, pode ser feita para reunir seus amigos mais “chegados” em casa num jantar.

Você irão precisar de:

  • 1 pacote de 500 gramas de espaguetti,
  • 500 gramas de carne moída (de preferência patinho),
  • 1 colher de azeite,
  • 2 colheres de alho picado,
  • 1 cebola ralada,
  • 1 colher de chá de sal,
  • 400 ml de molho de tomate,
  • 100 gramas de presunto,
  • 100 gramas de queijo mussarela,
  • 2 ovos cozidos cortados em fatias (opcional),
  • 1 tomate fatiado (opcional)
  • Orégano

Como fazer:

Primeiramente coloquem dois ovos para cozinhar em uma panela com água e levem a o fogo alto até ferver (figura 1).

(10)

Figura 1 – Caso um dos ovos boiem, desconfiem que esteja estragado e substituam-no.

Vamos agora cozinhar o espaguetti (à partir de agora irei generalizar e chamar o espaguetti de macarrão, ok?), como sugeri na receita do talharim parisiense já publicada aqui no blog, sempre que vou cozinhar qualquer tipo de massa, eu sigo o tempo de cozimento sugerido no pacote da marca que eu comprei.

Para cozinhar esse macarrão eu usei 1 litro de água para cada 100 g de massa e acrescentei um fio de azeite junto com uma colher de chá de sal para temperar a água (figura 2). Após colocar o macarrão na água mexam com auxílio de uma colher de bambu à cada um minuto para que os fios após cozidos não fiquem grudados uns aos outros. Após o tempo de cozimento sugerido no pacote, escorram o macarrão em água fria para que cesse o cozimento (figura 3), após isso reservem o mesmo.

            Figura 2 - Início do cozimento

Figura 2 – Início do cozimento.

           Figura 3 - Escorra em água fria

Figura 3 – Escorra em água fria.

Vamos agora fazer a carne moída. Levem uma panela alta para o fogão em fogo alto e coloquem uma colher de sopa de azeite, uma colher de alho e logo que este fique ligeiramente torrado incluam a cebola ralada (figura 4), na sequência incluam uma colher de chá (minha sugestão) de sal (figura 5).

(2)

Figura 4 – Azeite, alho e cebola.

Figura 5 - Colher de chá de sal como sugestão.

Figura 5 – Colher de chá de sal como sugestão.

Após isso incluam a carne moída na panela (figura 6). Vou dar uma dica sobre a carne moída que aprendi com a prática; mexam SEMPRE a carne moída durante a confecção, pois esse é o segredo para que ela fique soltinha e não se formem “bolinhas de carne” iguais ao “boi ralado” preparado em quartel (quem já comeu, com certeza não esquece). Mexendo sempre a carne moída, vocês além de proporcionarem que a carne fique soltinha, vocês irão ajudar para que os temperos incorporem em toda a carne.

Figura 6 - Após colocar a carne moída na panela, mexa sempre, essa é a minha dica.

Figura 6 – Após colocarem a carne moída na panela, mexam sempre, essa é a minha dica.

 Durante o tempo em que a carne estiver refogando ela passará por dois estágios que vocês irão perceberão nitidamente. O primeiro é que a carne começará a soltar muita água, suficiente para quase cobri-la, e o segundo é que essa água irá começar a secar e vocês irão ouvir uns “estalos” como se a carne estivesse queimando no fundo da panela, nesse segundo estágio,  sem parar de mexer incluam o orégano (figura 7).

                   Figura 7 - Orégano

Figura 7 – Orégano.

Permaneçam mexendo a carne moída, agora com orégano, até que a “água” da carne seque completamente e ela esteja soltinha, nesse momento incluam o molho de tomate (figura 8) e mexam até que a carne moída esteja toda incorporada ao molho, dessa forma estará pronto seu molho de lasanha (figura 9).

    Figura 8 - Incluindo o molho de tomate

Figura 8 – Incluindo o molho de tomate.

          Figura 9 - Carne moída pronta

Figura 9 – Molho da lasanha está pronto.

Vamos agora montar a nossa falsa lasanha por camadas. Num refratário de 25 x 35 coloquem metade do macarrão reservado (figura 10), pode ser que o macarrão esteja um pouco seco e grudado por ter ficado reservado, não tem problema coloque um pouco de água (uns 50 ml no máximo) e mexam que ele ficará novamente soltinho e úmido.

            Figura 10 - Metade do macarrão

Figura 10 – Metade do macarrão.

Após isso, coloquem na sequência metade da carne moída (figura 11), metade do queijo (figura 12), metade do presunto (figura 13). Agora é só repetir as camadas colocando o restante do macarrão (figura 14), o restante da carne moída com os ovos cozidos cortados em rodelas (figura 15),  o restante do presunto (figura 16), o restante do queijo, os tomates cortados em rodelas e por cima de tudo uma pitada de orégano (figura 17).

      Figura 11 - Metade da carne moída

Figura 11 – Metade da carne moída.

           Figura 12 - Metade de queijo

Figura 12 – Metade de queijo.

            Figura 13 - Metade do presunto

Figura 13 – Metade do presunto.

     Figura 14 - A outra metade do macarrão 

Figura 14 – O restante do macarrão.

Figura 17 -

Figura 15 – O restante da carne moída com os ovos cortados em rodelas.

      Figura 17 - O retante do presunto 

Figura 16 – O restante do presunto.

Figura 18 - A outra metade do queijo, o tomate fatiado e uma pitada de orégano.

Figura 17 – O restante do queijo, com tomate fatiado e orégano por cima de tudo.

Prontinho!!! Agora é levarem ao forno médio por 25 minutos ou até o queijo da camada superior gratinar, e estará pronta a nossa falsa lasanha! (figura 18).

                Figura 19 - Servidos?

Figura 18 – Servidos?

Se devido a consistência (grossa) do seu molho de tomate, o seu molho com carne moída ficar muito grosso e encorpado, sugiro que acrescente uma xícara de água filtrada e esquente o mesmo até pegar fervura.

Antes que digam, ” – Lasanha com ovo? ” Sim a lasanha é minha eu tenho liberdade poética para fazer com os integrantes que quiser, kkkkkkk (por isso que disse que era opcional).

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.