Filé mignon ao molho gorgonzola

E aí pessoal? Tudo beleza? Essa receita de hoje eu sonhava em fazê-la aqui em casa há um tempão, pois sou fanático pelo queijo gorgonzola, porém eu tinha uma ideia errada que seria muito complicada fazer um molho com esse tipo de queijo. Imaginei também que mesmo que eu fizesse certamente não iria postá-la, pois meu propósito no Blog sempre foi ensinar receitas fáceis.

No entanto quando fui pesquisar sobre a receita do molho gorgonzola e descobri duas coisas. A primeira é que ele é muito fácil e rápido de ser preparado, e a segunda é que existem diferentes formas de prepará-lo.

Como o queijo gorgonzola tem um sabor muito caraterístico, não é necessário incluir muitos ingredientes na receita para buscar o resultado final. Na verdade, as variações que vi nos processos de preparação do molho estavam mais relacionados com a consistência final desejada, e por essa razão irei falar sobre isso no final da receita.

Vocês vão precisar de:

  • 800 gramas de medalhões de filé mignon (um peça pequena),
  • 1 colher de sopa de alho picado,
  • 1 colher de sopa de manteiga,
  • 180 gramas de queijo gorgonzola,
  • 200 gramas de creme de leite fresco,
  • 1/2 xícara de chá de leite,
  • Sal e pimenta branca a gosto.

Como fazer:

Temperem os bifes com sal a gosto e a colher de alho picado e levem para grelhar na frigideira em fogo alto com uma colher de sopa de manteiga, primeiro um lado (figura 1) e depois o outro (figura 2). Após os bifes estarem ligeiramente grelhados, desliguem o fogo e reservem.

Figura 1 – Eu  gosto de grelhar os bifes em duas levas.

Figura 2 – Com os bifes grelhados desliguem o fogo e reservem.

Em outra frigideira fora do fogo, amassem o queijo gorgonzola com um garfo (figura 3), incluam a 1/2 xícara de chá de leite (figura 4) e com o mesmo garfo utilizado para amassar o queijo, misturem para tentar dissolvê-lo completamente (figura 5).

Figura 3 – Queijo bem amassado.

Figura 4 – Incluindo o leite.

Figura 5 – Queijo quase que completamente dissolvido no leite.

Não se preocupem se o queijo não dissolver totalmente, pois o próximo passo será com a frigideira no fogo baixo e com isso todo o queijo irá derreter. Com o fogo no mínimo e mexendo sempre, incluam os 200 ml creme de leite fresco (figura 6) até obterem um molho homogêneo e temperem com uma pitada de pimenta branca.

DICA: Antes de incluírem o creme de leite fresco na mistura, liguem o fogo da frigideira dos bifes para dar uma esquentadinha neles.

Figura 6 – Mexendo sempre para incorporar o creme de leite ao queijo. 

Quando o molho começar a borbulhar, desliguem o fogo imediatamente, despejem o molho sobre a frigideira com as carnes (figura 7) e deixem o molho “cozinhar” a carne por no máximo um minuto (figura 8). Após esse tempo sirvam imediatamente (figura 9).

Figura 7 – Molho sobre as carnes.

Figura 8 – O refogado da carne naturalmente incorporará ao molho de gorgonzola.

Figura 9 – Servidos?

VARIAÇÕES:

  1. Vi em algumas receitas o molho sendo preparado na mesma frigideira em que os bifes foram grelhados para incorporar o refogado dos bifes ao molho. MINHA OPINIÃO, não gosto de reservar os bifes fora da frigideira, pois tenho a impressão que eles perdem o sabor (mania minha).
  2. Vi que algumas pessoas não utilizavam o leite fresco na mistura do molho, elas substituem por requeijão cremoso, ou seja, deixam o molho mais consistente. MINHA OPINIÃO, acho ótimo a ideia, desde que os bifes e molho sejam consumidos em uma única refeição, pois o molho naturalmente “engrossa” depois de frio, e caso sobre para o dia seguinte,  não ficará legal.
  3. SIM! Pode ser feito com creme de leite normal, não é obrigatório fazer com creme de leite fresco.
VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.