Filé mignon com legumes e shitake na manteiga.

E aí pessoal? Tudo beleza? Após um período de três meses em que estive trabalhando em outro Estado do Brasil e com um rotina diária intensa de trabalho que não me permitia fazer muitas coisas, voltei para minha casa e para minha família, e claro voltei a praticar minha principal terapia: cozinhar!

E logo na primeira semana após o retorno, fiz umas três receitas diferentes de tanta saudade que estava da “minha cozinha”. E a primeira que irei ensinar para vocês aqui é muito fácil e também muito prática, pois quando a receita estiver pronta ela será o prato principal e também o acompanhamento.

Fiz essa receita utilizando o filé mignon, mas nada impede que você faça com outro tipo de carne que seja macia para bife, combinados?  A receita de hoje eu dei o nome de filé mignon com legumes e shitake na manteiga?

Vocês irão precisar de:

  • 1 kg de filé mignon já cortados em medalhão,
  • 1 cenoura,
  • 1/2 pimentão vermelho,
  • 1/2 talo de alho poró,
  • 3 dentes de alho,
  • 1/2 maço de brócolis,
  • 1 cebola roxa,
  • 1 lata de milho cozido,
  • 50 gramas de shitake desidratado,
  • 2 colheres de  sopa de manteiga,
  • sal e pimenta a gosto.

Como fazer:

Após descascarem a cenoura, vamos cortá-la de maneira que fique mais fácil de “manuseá-la” dentro da frigideira. Para isso dividam a cenoura pela metade, cortem em fatias finas (figura 1),  depois em tiras finas (figura 2) e levem para cozinhar por no máximo 10 minutos (figura 3). Escorra ao final do tempo (figura 4) e reservem.

Figura 1 – Cenoura pela metade em fatias finas.

Figura 2 – Cortem em tiras finas.

Figura 3 – Cozinhem por no máximo 10 minutos.

Figura 4 – Não deixem os palitos ficarem macios demais, ele irá terminar de amaciar no refogado.

Em seguida cortem um pimentão vermelho pela metade, tirem o caule e as sementes (figura 5), cortem em fatias finas (figura 6) e reservem.

Figura 5 – Pimentão vermelho pronto para ser fatiado.

Figura 6 – Da mesma forma, busquem fatiá-lo em tiras bem finas.

O próximo passo é separar um talo de alho poró de aproximadamente uns 4 centímetros,  cortá-lo pela metade (figura 7) e  em seguida fatiá-lo em fatias finas (figura 8). Após isso reservem.

Figura 7 – Alho poró dá um toque especial ao refogado.

Figura 8 – Fatias finas.

Agora, cortem um brócolis pela metade, separem os talos em porções menores (figura 9), levem ao fogo em uma panela com água até levantar fervura (figura 10), após isso escorram e reservem (figura 11).

Figura 9 – Cortem os talos em pedaços menores.

Figura 10 – Cozinhem até levantar fervura.

Figura 11 – Escorram e  reservem.

E como não pode faltar alho e cebola em nenhum refogado, cortem os dentes de alho em lâminas  (figura 12) e a cebola roxa em cruz (figura 13).

Figura 12 – Alho em lâminas.

Figura 13 – Cebola em cruz.

O último ingrediente que vocês vão preparar é o Shitake. Alguém não sabe o que é shitake? “O shitake é um cogumelo comestível nativo do leste da Ásia. A espécie é hoje em dia o segundo cogumelo comestível mais consumido no mundo, incorporado desde há muito nos hábitos alimentares dos povos asiáticos. Recentemente, foi introduzido para produção e consumo nos países ocidentais”

O shitake normalmente é vendido desidratado e para utilizá-lo em receitas é necessário hidratá-lo. Para isso coloquem todos os cogumelos em um recipiente (figura 14) e cubram com água quente por no mínimo 10 minutos.

Figura 14 – Apresento-vos o shitake.

Eu, quando vou cozinhar, gosto de deixar os ingredientes separados de maneira que facilitem minha  preparação (figura 15).

Figura 15 – Tudo pronto para iniciar a preparação da receita.

Temperem os medalhões de filé mignon com sal e pimenta a gosto (figura 16) e levem para uma frigideira grande bem quente com uma colher de sopa de manteiga (figura 17). A ideia é selar os medalhões rapidamente e permitir que eles soltem um pouco de “água” na frigideira, para isso coloquem somente metade dos medalhões e depois repitam o processo (figura 18).

Figura 16 – Sal e pimenta a gosto.

Figura 17 – É importante a frigideira estar bem quente.

Após retirarem os bifes e sem desligar o fogo coloquem o alho cortado em lâminas, o alho poró (figura 18), a cebola (figura 19), o pimentão (figura 20), o shitake (figura 21), a cenoura (figura 22), o milho (figura 23) e o brócolis (figura 24). Mexam a frigideira com uma espátula de silicone por aproximadamente 30 segundos a cada novo ingrediente incluído.

Figura 18 – Alho poró.

Figura 19 – Cebola roxa.

Figura 20 – Pimentão.

Figura 21 – Shitake já hidratado.

Figura 22 – Cenoura em palitos.

Figura 23 – Uma lata de milho escorrido.

Figura 24 – Meio maço de brócolis.

Falta pouco pessoal! Coloquem mais uma colher de sopa de manteiga por cima de tudo (figura 25), esperem derreter e retornem com os medalhões por cima dos legumes (figura 26), abaixem o fogo e tampem a frigideira  por 5 minutos (figura 27).

Figura 26 – Medalhões de volta a frigideira.

Figura 27  – Tampem a panela.

A receita está pronta, porém vou dar uma última dica. Quando falo para tampar a frigideira por cinco minutos é para que os medalhões esquentem pelo calor da panela tampada, porém lembro que eles foram apenas selados (a forma mais recomendada de se comer um filé mignon). No entanto se quiserem que eles fiquem mais “passados”, deixem por mais tempo na frigideira tampada para que eles cozinhem  no vapor dos legumes (figura 28).

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *