Hambúrguer de frango com açafrão

E aí pessoal? Tudo beleza? Hoje irei apresentar outra receita de hambúrguer. Não sei se lembram, mas no post que fiz ensinando o hambúrguer texano falei do “veneno” que são os hambúrgueres industriais devido a quantidade excessiva de sal e, principalmente, por conter na sua “carne” diversos produtos químicos como conservantes e corantes.

Muita antes dessa “moda” de hambúrguer gourmet, aqui em casa já fazíamos nossos hambúrgueres, não só por ser mais saudável, mas principalmente por ser extremamente simples.

Vocês irão precisar de:

  • 600 g de peito de frango moído,
  • 100 gramas de bacon (comprem aproximadamente 150 gramas de bacon),
  • Suco de 1/2 limão,
  • 1/2 colher de chá de açafrão,
  • 1 cebola ralada,
  • 1 colher de sopa de alho picado,
  • 2 colheres de sopa de salsinha picada,
  • 1/2 xícara de farinha de aveia,
  • Sal e pimenta a gosto.

Como fazer:

Quando forem ao mercado comprar os ingredientes, peçam para o açougueiro moer os 600 gramas de peito frango para vocês. Não é muito comum, mas em muitos mercados ou açougues, esse serviço é feito. Caso vocês não tenham um açougueiro “gente boa” na cidade em que moram,  utilizem um processador de alimentos (ou mixer).

Peguem os 150 gramas de bacon (figura 1), cortem a pele descartando-a e misturem junto com o frango moído. Se o açougueiro for gente boa, ele pode até moer esse bacon junto com o frango e facilitar demais o trabalho de vocês.

Figura 1 – A pele será descartada e a gordura incluída na mistura.

Com o frango e o bacon moídos numa tigela grande (moídos ou cortados em pedaços pequenos) adicionem 1/2 limão, a cebola ralada no ralo fino (figura 2), 1/2 colher de chá de açafrão, a colher de alho picado, o cheiro verde, sal a gosto (como sugestão coloquei 1/2 colher de chá) e a farinha de aveia (figura 3).

Figura 2 – Esse é o ralador.

Figura 3 – Tudo na mesma tigela, agora é mão na massa para misturar.

Após incluírem todos ingredientes, misturem com as mãos até que obtenham uma massa homogênea (figura 4).

Figura 4 – Tudo junto e misturado.

Pronto pessoal, a massa do hambúrguer está pronta e agora precisamos moldá-lo e grelhá-lo. Façam bolas do tamanho que desejarem para seus hambúrgueres (figura 5).

Figura 5 – Diferentes tamanhos conforme a preferência de cada um.

Para “transformar” essas bolas de carne em hambúrgueres vocês podem utilizar dois pratos com fiz na receita do hambúrguer mequein. Se vocês não se incomodam com os hambúrgueres meio feiosos, coloquem essa a bola direto numa frigideira com um fio de azeite e pressionem com uma escumadeira (figuras 6 e 7).

Figura 6 – Bola de carne sob pressão!

Figura 7 – Nada pode ser mais fácil que isso.

Pronto!! Agora fritem de um lado e do outro, coloquem num pão de hambúrguer “de qualidade” e acrescentem complementos como queijo, salada e etc (conforme a preferência) e aproveitem! (figura 8).

Figura 7 – Servidos?!

Uma sugestão de complemento super gostoso que gosto de colocar no hambúrguer é cebola picada frita numa frigideira em 1 colher de sopa de manteiga e 1 colher de chá de molho inglês.

Dúvidas que podem surgir:

Por mais que alguns torçam o nariz para a inclusão de bacon nessa receita, é importante que saibam  que é necessário para que o hambúrguer não fique seco demais e sem sabor. Na verdade, todo hambúrguer de qualquer tipo de carne, leva em sua composição um pouco de gordura ou uma mistura de carnes sendo uma menos gordurosa e a outra mais gordurosa. Essa mistura é chamada de Blended pelos especialistas.

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.