Nhocão recheado de frigideira

E aí pessoal? Tudo beleza? Vocês gostam daquela massa em formato de bolinha feita basicamente com batata e farinha conhecida como nhoque? Pois bem, como se trata que é sucesso em vários restaurantes nos últimos anos alguns estabelecimentos especializados em massa estão inovando e fazendo o nhoque recheado com queijo, presunto, frango e diversos outros ingredientes.

Em outra ocasião eu postei a receita de nhoque aqui e como muitos seguidores me disseram que fazer a massa era moleza e que complicado era prepará-los um a um, resolvi trazer um receita de nhocão que é preparado na frigideira, no entanto resolvi recheá-lo.

Vocês irão precisar de:

  • 700 gramas de batata,
  • 2 colheres de sopa de manteiga,
  • 1 ovo,
  • 50 gramas de queijo parmesão,
  • 2 talos de cebolinha,
  • 200 gramas de peito de frango desfiado,
  • 1/2 xícara de alho poró e/ou 1 colher de sopa de alho,
  • 100 gramas de queijo mussarela ralado.

Como fazer:

Descasquem e cozinhem as batatas até ficarem macias (a sugestão é uma colher de chá pra cada litro de água utilizado no cozimento).  Após escorrerem, utilizem um amassador ou até mesmo um garfo para amassá-las e incluam uma colher de sopa de manteiga (figura 1).

Figura 1 – Após cozida, amassem as batatas com uma colher de sopa de manteiga.

Após amassarem bem as batatas e perceberem que a manteiga sumiu no meio delas, incluam 1/2 xícara de farinha de trigo (figura 2), o ovo (figura 3), o queijo parmesão (figura 4) e o por último a cebolinha (figura 5).

Figura 2 – Coloquem a farinha de trigo e misturem bem.

Figura 3 – Após a farinha incorporar na batata, incluam o ovo para dar liga.

Figura 4 – O queijo parmesão é para dar um gosto especial na massa.

Figura 5 – Cebolinha é para deixar a massa mais bonita.

Amigos desbravadores da cozinha, alguns tipos de batata possuem mais água do que outras, e isso pode fazer com que a massa fique muito pastosa e difícil de “trabalhar” com ela.

Se isso acontecer incluam algumas colheres de farinha de trigo até dar o ponto ideal, mas caso tenham dúvidas de saber qual é o ponto ideal aqui vai uma dica: quando a massa estiver pronta encoste o dedo nela. Se o dedo ficar limpinho sem parte da massa presa nele é sinal de que ela está no ponto, entenderam?!

Com a massa pronta levem a geladeira por 30 minutos, tempo suficiente para vocês preparem o recheio.

Em uma frigideira coloquem uma colher de sopa de manteiga e o alho poró, quando este começar a ficar douradinho incluam o frango desfiado e refoguem por 5 a 10 minutos (figuras 6 e 7).

Pessoal o uso do alho poró é opcional. Acho o sabor desse tempero muito bom com o frango, porém sei que não é tão fácil de achá-lo nos mercados, caso não encontrem substituam por uma colher de sopa de alho picado.

Figura 6 – Com o alho poró o frango fica ainda mais gostoso.

Figura 7 – Após refogarem o frango, reservem. 

Untem com azeite uma frigideira grande (figura 8) e coloquem metade da massa de batata e espalhem por toda a superfície da frigideira (figura 9). A Frigideira permanece DESLIGADA.

Figura 8 – O azeite é para que depois consigamos virá-lo.

 Figura 9 – Metade da massa espalhada no fundo da frigideira.

Por cima dessa massa coloquem o frango refogado que estava reservado (figura 10), depois o queijo mussarela (figura 11) e por último a outra metade da massa (figura 12).

Figura 10 – Frango refogadinho no alho poró.

Figura 11 – Não coloquem mais de 100 gramas do queijo, pois caso contrário ficará difícil de fechar.

Figura 12 – Após colocarem a outra metade da massa, “arredondem” as laterais com uma espátula de silicone.

Após arrumarem o nhocão na frigideira liguem o fogão em fogo baixo e esperem uns 7 a 10 minutos (varia em função do tipo de fogão). Após esse tempo, peguem um prato untado com azeite que seja maior que a frigideira e cubram a frigideira. Sem medo de errarem, virem a frigideira de maneira que o nhocão caia no prato (figura 13). Com o prato untado de azeite permita que ele escorregue na frigideira e espere mais 7 a 10 minutos para dourar o outro lado.

Figura 13 – É a mesma “manobra” utilizada para virar um omelete, acreditem que dá certo.

Pronto! Após o tempo sugerido, retirem do fogo e deixem o nhocão escorregar para um prato maior e levem a mesa para servir ainda quente (figuras 14 e 15).

Figura 14 – Devido ao azeite utilizado para dourar a o nhocão, ele escorregará facilmente para o prato em que for servido.

Figura 15 – Servidos?

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.