Pé de moça

E aí pessoal? Tudo beleza? Estamos no mês de junho e com ele chegam as festas juninas. Particularmente sou uma pessoa que não gosto muito de doces. Eu como, mas não sou uma “formiga” como alguns amigos, porém os doces de festas juninas são os que me fazem cair em contradição.

Cuscuz, bolo de fubá, canjica, curau, bolo de aipim (tem uma receita maravilhosa aqui no blog)… TODOS são maravilhosos, mas o meu doce preferido é o pé de moleque. Amendoim e açúcar já fazem uma combinação maravilhosa, porém existe uma receita que além de incluir esses dois ingredientes, também é incluído o leite condensado.

Com o leite condensado, o resultado final é um doce mais macio que o pé de moleque tradicional, e por essa razão recebe o nome de pé de moça. Como gosto de dar meu toque para algumas receitas, incluí uma colher de sopa de whisky de mel.

Vocês irão precisar de:

  • 2 xícaras de chá de amendoim torrado,
  • 1 xícara de chá de açúcar cristal,
  • 1 colher de sopa de manteiga,
  • 1 lata de leite de condensado,
  • 1 colher de sopa de whisky de mel,
  • 1 xícara de chá de açúcar de confeiteiro.

Como fazer:

Numa panela alta em fogo médio coloquem duas xícaras de amendoim torrado (figura 1), uma  xícara de chá de açúcar cristal (figura 2), duas colheres de sopa de manteiga (figura 3).

Figura 1 – Amendoim torrado.

Figura 2 – Açúcar cristal.

Figura 3 – Manteiga.

Após colocar  amanteiga mexam lentamente os ingredientes dentro da panela com ajuda de uma espátula de silicone (figura 4). Com um tempo, vocês irão perceber que a manteiga derreterá e logo em seguida o açúcar também derreterá e começará a caramelizar (figura 5).

Figura 4 – Não parem de mexer após colocarem o açúcar.

Figura 5 – Percebem o açúcar caramelizado?

Logo que o açúcar caramelizar, abaixem o fogo e incluam o leite de condensado (figura 6). Vocês perceberão, logo de início, que o volume dentro da panela vai crescer (semelhante ao leite quando ferve e transborda da leiteira), porém mantenham mexendo constantemente e logo o conteúdo dentro da panela ficará semelhante ao volume inicial (figura 7).

Figura 6 – Leite condensado na panela.

Figura 7 – Após o volume na panela crescer, ele irá diminuir e ficar com essa “cara”.

Mexam em fogo baixo o tempo todo, raspando sempre toda extensão da panela, por uns cinco minutos e quando perceberem que o conteúdo engrossou (semelhante ao ponto de brigadeiro), incluam a colher de whisky de mel (figura 8) e mexam por  mais um minuto para que ela se espalhe em toda a massa.

Figura 8 – O whisky de mel é o meu toque da receita e é totalmente opcional.

Desliguem o fogo e tomando cuidado para não se queimarem, despejem o conteúdo da panela numa assadeira previamente preparada com papel manteiga untado (figuras 9 e 10). Após despejarem tudo, distribuam uniformemente por toda a extensão da assadeira utilizando a espátula (figura 11) e deixem esfriar por umas duas horas (figura 12).

Figura 9 – Atenção a panela e a massa estarão muito quentes, tenham cuidado.

Figura 10 – O papel manteiga tem que estar bem untado.

Figura 11 – Utilizem a espátula para distribuir uniformemente por toda extensão da assadeira.

Figura 12 – Agora é esperar para esfriar.

Após esfriar, retirem o papel toalha da assadeira, coloquem sobre uma mesa e, com auxílio de uma faca, façam cortes perpendiculares (figuras 13 e 14) buscando fazer quadrados de tamanhos iguais (figura 15).

Figura 13 – Limpar a faca após cada corte irá ajudar.

Figura 14 – Corte perpendicular ao anterior, para formar quadrados perfeitos.

Figura 15 – Servidos?

Meus amigos desbravadores da cozinha tenho duas dicas para que vocês obtenham sucesso na receita que irão fazer:

PRIMEIRO: Utilizem leite condensado de qualidade, gosto de utilizar aquela ” da moça”, pois se usarem um de baixa qualidade não irão conseguir o ” ponto”  correto e o pé de moça ficara mole igual a um doce em pasta.

SEGUNDO: Esse pé de moca não fica durinho como o pé de moleque tradicional, ele fica meio mole, se quiserem deixa-los mais fáceis de manusear (sem sujar as pontas dos dedos com o leite condensado), passes os quadradinhos  depois de cortados no açúcar de confeiteiro, ou seja, façam o mesmo o procedimento que fazemos com os brigadeiros depois de enrolados.

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.