Risoto de filé mignon com gorgonzola

E aí pessoal? Tudo beleza? Hoje irei trazer uma receita relativamente fácil e que surgiu da união de duas outras receitas que estão aqui no Blog, o Risoto de Filé Mignon e o Filé Mignon ao molho gorgonzola. Pensando em fazer uma receita para muitas pessoas, pensei comigo: “Será que dá para juntar as duas e fazer um Risoto de filé mignon com gorgonzola?”. Enfim, juntei e deu super certo!

Vocês vão precisar de:

  • 1 litro de caldo de carne;
  • 500 gramas de filé mignon cortado em cubinhos;
  • 2 colheres de sopa de alho picado;
  • 1 cebola picada;
  • 2 colheres de sopa de manteiga;
  • 2 xícaras de arroz arbóreo;
  • 1 xícara de vinho branco seco;
  • 100 gramas de queijo gorgonzola;
  • 1 caixa de creme de leite.

Como fazer:

Temperem a carne picada com uma colher de sopa de alho picado e sal a gosto (eu temperei com uma colher de chá de sal) e deixem esse tempero “agindo” durante uns 30 minutos.

Em seguida, em uma panela grande, coloquem duas colheres de sopa de manteiga, uma colher de sopa de alho e quando estiver douradinho incluam a cebola picada (figura 1).

Figura 1 – Cebola para refogar.

Quando a cebola estiver bem refogada incluam o filé mignon que estava reservado temperando e mexam bastante para que a cebola fique perfeitamente integrada a carne. Quando a carne começar o caldo a liberar o caldo de seu cozimento, retirem com uma concha ou colher (figura 2) e reservem.

Figura 2 – Retirem o caldo e reservem.

Deixem a carne dar uma ligeira fritada e em seguida retirem da panela reservando-a. Na mesma panela em que estava a carne, coloquem as duas xícaras de arroz arbóreo e mexam para que os temperos que permaneceram na panela se misturem com o arroz.

Figura 3 – Arroz arbóreo na panela.

Abaixem o fogo, incluam a xícara de vinho branco seco (figura 4) e deixem que evapore naturalmente mexendo aos poucos. Antes do vinho secar por completo, incluam o caldo proveniente da carne que estava reservado (figura 5) e mexam para que dê cor em todo o arroz.

Figura 4 – Vinho branco seco.

Figura 5 – Caldo proveniente do cozimento da carne.

Agora é aquela hora em que tem que ter paciência, pois é colocar o caldo de carne aos poucos (figura 6) e mexendo sempre para que o cozimento aconteça naturalmente. A medida que forem colocando o caldo, provem uns grãos de arroz para sentirem a textura e o cozimento dele.

Figura 6 – Caldo de carne aos poucos.

Quando perceberem que o arroz está quase cozido, retornem com a carne que estava reservada (figura 7) e misturem para que ela fique distribuída por todo o arroz.

Figura 7 – Carnes picadas na panela.

Em seguida, incluam os 100 gramas de queijo gorgonzola (figura 8) e a caixa de creme de leite (figura 9) mexendo sempre para que o queijo derreta com ajuda do creme de leite. Sirvam imediatamente (figura 10).

Figura 8 – Queijo gorgonzola para derreter.

Figura 9 – Creme de leite para ajudar a derreter o queijo.

Figura 10 – Servidos?

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.