Rondelli

E aí pessoal? Tudo beleza? Hoje irei postar uma receita que vale por três postagens. Digo isso porque vou ensinar fazer uma massa muito popular entre os adoradores deste tipo de culinária que é conhecida como rondelli.

Além de ensinar como preparar, sovar, abrir e rechear a massa, também irei ensinar dois molhos diferentes e muito tradicionais, me refiro ao molho pomodoro (mais conhecido como molho de tomate ) e o molho 3 queijos.

Para fazer a massa vocês irão precisar de:

  • 320 gramas de farinha de trigo,
  • 80 gramas de sêmola,
  • 4 ovos,
  • 1 colher de chá de sal.

Para o molho pomodoro vocês irão precisar de:

  • 10 tomates tipo italiano,
  • 1 colher de sopa de alho,
  • 1 cebola ralada,
  • 1/2 xícara de chá de vinho tinto,
  • sal e pimenta a gosto,
  • 1 ramo de manjericão.

Para o molho três queijos vocês irão precisar de:

  • 1 colher de sopa de manteiga,
  • 1 colher de sopa de alho picado,
  • 300 ml de leite,
  • 100 gramas de queijo gouda,
  • 100 gramas de queijo parmesão ralado,
  • 100 gramas de queijo gorgonzola,
  • noz moscada,
  • sal e pimenta a gosto.

Como fazer:

Utilizando um copo de medidas coloquem sobre o balcão da pia da cozinha 320 gramas de farinha de trigo (figura 1) e 80 gramas de sêmola (figura 2). Por se tratar de massa, a medida tem que ser o mais precisa possível, por essa razão estou informando as quantidades de farinha e sêmola em gramas e não em xícaras (como normalmente ensino) para isso utilizem uma balança de precisão ou então um copo de medidas.

Figura 1 – Com o copo de medidas fica fácil.

Figura 2 – A sêmola é um pouco mais amarelada, percebem?

Misturem as duas farinhas com uma colher (figura 3), abram um buraco no meio como se fossem fazer um vulcão (figura 4) e incluam os quatro ovos nesse meio (figura 5).

Figura 3 – Misturem as duas farinhas.

Figura 4 – Abram um vão no meio dela.

Figura 5 – Incluam os ovos.

Com auxílio de uma colher comecem a misturar a massa, inicialmente pegando a farinha das pontas e jogando por cima dos ovos. Chegará um momento em que o ovo irá “transbordar”, porém sigam misturando (figura 6). Quando a ovo tiver praticamente desaparecido no meio da farinha, incluam uma colher de chá de sal (figura 7).

Figura 6 – Transbordou? Não tem problema sigam misturando.

Figura 7 – Uma colher de chá de sal é o suficiente.

Após incluir o sal, abandonem o garfo que estavam utilizando para misturar a massa e literalmente metam a mão na massa. Inicialmente apertem a massa com os dedos (figura 8) e depois, quando ficar mais difícil de misturar, utilizem a palma da mão para empurrar a massa contra o balcão da pia (figura 9). Vocês irão perceber que a medida que a massa vai ficando “no ponto” o balcão vai ficando menos sujo.

Figura 8 – Inicialmente aperte a massa com os dedos.

Figura 9 – Com a palma da mão empurrem a massa contra a pia.

Sovem a massa por uns 10 minutos até ela ficar ligeiramente elástica (figura 10), em seguida cortem em quatro partes iguais (figura 11),  enrolem cada pedaço num filme plástico (figura 12) e reservem por no mínimo 30 minutos.

Figura 10 – Percebem que a sujeira de farinha praticamente sumiu?

Figura 11 – Cortem a massa em quatro porções iguais.

Figura 12 – Enrolem no filme plástico e reservem.

Com a massa pronta, vamos aos molhos. Para o molho pomodoro peguem os 10 tomates italianos (figura 13) e descasquem utilizando um descascador (figuras 13, 14 e 15).

EM TEMPO: Para descascar os tomates, existem diversas técnicas, porém a que EU acho mais simples é utilizando esse descascador que é facilmente encontrado em mercados, lojas do ramo de culinária e até lojas de R$ 1,99.

Figura 13 – Tomates italianos são mais doces.

Figura 14 – Tenho certeza que já viram um descascador como esse.

Figura 15 – É bem fácil e rápido.

Figura 16 – Todos os tomates “depelados”.

Cortem os tomates em cruz (figura 17), lavem em água corrente para retirar os caroços (figura 18), coloquem no liquidificar aos poucos para transformar os tomates em suco (figura 19). Em seguida reservem.

Figura 17 – Tomates em cruz.

Figura 18 – Lavar em água corrente para tirar os caroços.

Figura 19 – Colocar aos pouco à medida que for batendo no liquidificador.

Numa panela alta coloquem duas colheres de sopa de azeite e duas colheres de sopa de alho picado (figura 20). Quando o alho dourar coloquem a cebola ralada (figura 21) e esperem a cebola ficar transparente para colocar meia xícara de chá de vinho (figura 22).

Figura 20 – Alho no azeite.

Figura 21 – Quando o alho dourar coloquem a cebola ralada.

Figura 22 – Vinho para dar aquele aroma.

Com a panela em fogo baixo, esperem o vinho evaporar bastante e em seguida derramem o suco de tomate (figura 23). Ainda em fogo baixo, tampem a panela e deixem apurando por 1 hora, porém aos cinquenta minutos coloquem um ramo de manjericão (figura 24). Ao final do tempo seu molho estará pronto.

Figura 23 – Quando a cebola com vinho secar, incluam o suco de tomate.

Figura 24 – Um ramo de manjericão fresco para aromatizar.

 Vamos ao molho três queijos. Numa panela alta coloquem uma colher de sopa de manteiga (figura 25), uma colher de sopa de alho (fico devendo a foto) e quando esse dourar incluam 300 ml de leite (figura 26).

Figura 25 – Manteiga para derreter.

Figura 26 – Após o alho dourar coloquem o leite.

Com o fogo baixo e sem para de mexer a panela, coloquem na sequência o queijo gouda (figura 27), o queijo parmesão (figura 28) e o queijo gorgonzola (figura 29). Mexam bastante até derreter os queijos e incluam o creme de leite (figura 30). Desliguem o fogo, mexam para misturar o creme de leite e reservem. O molho três queijos também já está pronto.

Figura 27 – Queijo gouda.

Figura 28 – Queijo parmesão.

Figura 29 – Queijo gorgonzola.

Figura 30 – Creme de leite.

Com a massa pronta e com os molhos prontos, vamos aos rondellis. Retirem do filme plástico e estiquem as quatro massas pelo processo convencional utilizando um rolo ou utilizando um rolete (figura 31).

Figura 31 – Acreditem… com o rolete não é nada fácil.

Coloquem a massa aberta sobre uma mesa (figura 32) e cubram com fatias de queijo e peito de peru (figura 33). Com toda a massa coberta de queijo e peito de peru enrolem a massa (figura 34) iniciando o processo por uma das pontas.

Figura 32 – Massa aberta sobre a mesa.

Figura 33 – cubram com queijo e peito de peru.

Figura 34 – Enrolem de uma ponta à outra.

Com todos os rolos feitos (figura 35), utilizem uma faca afiada e cortem as rodelas com grossuras de aproximadamente dois centímetros desprezando as pontas (figura 36).

Figura 35 – Todos os rolos feitos, percebam que não estão bonitos.

Figura 36 – Cortem com grossuras de aproximadamente 2 centímetros.

Após cortar todas rodelas, arrumem num refratário (figura 37), cubram cada refratário com os molhos que estavam reservados (figura 38 e 39), coloquem queijo parmesão por cima deles (figura 40) e por fim levem os refratários cobertos com papel alumínio ao forno pré aquecido a 230° C por uma hora.

Figura 37 – Arrumem lado a lado.

Figura 38 – Molho pomodoro.

Figura 39 – Molho 3 queijos.

Figura 40 – Queijo parmesão por cima de tudo.

Mesmo que vocês percbam que os molhos estão borbulhando antes de completar uma hora, é necessário respeitar esse tempo, pois a massa precisa ser cozida nos molhos.  Após uma hora sirvam de imediato (figuras 41 e 42).

Figura 41 – Molho branco… Servidos?

Figura 42 – Molho pomodoro… Servidos?

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!