Talharim parisiense

E aí pessoal? Tudo beleza? Hoje vou trazer uma receita bastante tradicional nos restaurantes de massas, não só tradicional como também deliciosa. Sem dúvida é uma das minhas massas preferidas preferida desde os tempos de Coliseu das Massas no centro do Rio de Janeiro.

Quem nunca se deliciou com um talharim parisiense? Pois bem, essa receita pelo que pesquisei (estão achando que escrever blog de culinária é só falar um monte de receita e pronto?! não… tem que pesquisar, e muito viu!) compreende basicamente os seguintes ingrediente: molho Bechamel (nome bonito para molho branco), presunto, ervilha e claro o talharim, porém já vi diversas receitas substituindo o presunto por outros ingredientes como peito de peru, blanquet e até salaminho.

Na receita que irei apresentar estou substituindo o presunto por peito de frango em cubinhos e o molho Bechamel vocês encontrarão a receita clicando aqui.

Para cozinhar o talharim vocês irão precisar de:

  • 1 pacote de talharim 500 g,
  • 5 litros de água fervendo temperada com um fio de azeite e 1 colher de sopa de sal.

Para o “recheio” vocês irão precisar de:

  • 2 colheres de sopa de alho picado,
  • 2 colheres de sopa de manteiga,
  • 50 g de bacon em cubos
  • 1 peito de frango cortado em cubinhos (+ou – 700 gramas),
  • 1 xícara de ervilha congelada (em hipótese de alguma use a ervilha em lata)
  • sal a gosto

Como fazer:

A primeira coisa a ser feita é o molho bechamel, assim que terminarem de fazer, reservem, pois ele só será “chamado” novamente ao final de nossa receita cozinhar a massa.

Para o cozimento da massa, a regra normal de cozimento de macarrão é utilizar um litro de água para cada 100 gramas da massa a ser cozida, por isso para um pacote de 500 gramas, o recomendado é de 5 litros de água, normalmente temperada com sal (para salgar a massa) e um fio de azeite (figura 1) para evitar que a massa fique grudada durante o cozimento.

Figura 1 – Água temperada com azeite.

O tempo de cozimento pode variar conforme o tipo de massa (espaguetti, lasanha, talharim…), as diversas marcas disponíveis no mercado e também conforme a potência do fogão de vocês, por essa razão a sugestão que dou é seguirem o que recomenda a embalagem da massa que vocês comprarem.

A que comprei recomendava de 8 a 10 minutos de cozimento (figura 2) e para não esquecer e largar o macarrão no fogão utilizo um recurso que pouquíssimas pessoas utilizam no micro-ondas, o TIMER (figura 3), nada mais é do que um cronômetro regressivo.

dsc03815

Figura 2 – A virtude está no meio… 9 minutos é o tempo.

Figura 3 - Timer no microondas

Figura 3 – Timer no micro-ondas.

Durante o cozimento mexam a panela  com uma colher ou garfo de bambu para que os fios do talharim descolem uns dos outros. Após o tempo de cozimento, escorram e coloquem abaixo de uma torneira de água fria por trinta segundos para evitar que ele permaneça cozinhando além do necessário (figura 4), após esse “banho” reservem.

Figura 4 – Após escorrerem o macarrão deixem-no debaixo de água corrente para cessar o cozimento.

Partiremos agora para os outros ingredientes, peguem o peito de frango cortado em cubos, temperem com duas colheres de sopa de alho e uma colher de chá de sal (lembrando sempre que sal é a gosto).

Em seguida, numa frigideira grande derretam duas colheres de sopa de manteiga e acrescentem 50 gramas de bacon em cubos e fritem até ficarem “queimadinhos” (figura 5).

Após o bacon ficar ligeiramente queimado acrescentem o frango em cubos temperados (figura 6) e com ajuda de uma espátula, comecem a misturá-los na frigideira para que todos os cubos de frango incorporem a manteiga e o bacon.

Figura 5 – Com a manteiga derretida incluam o bacon.

Figura 6 – Incluam o frango e dourem bem.

Com alguns minutos, os cubinhos de frango começarão a ficar dourados e antes que sequem totalmente, incluam a xícara de ervilha congelada (figura 7).

Figura 7 – Ervilhas devem estar congeladas.

Misturem um pouco até as ervilhas ficarem ligeiramente douradas por fora, nesse momento desliguem o fogo e coloquem essa mistura (frango, bacon e ervilhas) por cima do talharim reservado (figura 8).

Figura 8 – Frango, bacon e ervilha por cima do talharim.

Feito isso, esquentem o molho bechamel que estava reservado em fogo baixo mexendo a panela com uma colher de bambu e quando perceberem que o molho começou a borbulhar, coloquem o molho por cima do talharim com auxílio de uma concha (figura 9) e e levem ao forno médio por aproximadamente 20 minutos para esquentar o macarrão.

Figura 9 – Molho no talharim.

Prontinho amigos, agora é só colocarem um pouco de queijo parmesão depois de servirem no prato e abrir um bom vinho para degustar (figura 10).

Figura 17 - Servidos?

Figura 10 – Servidos?

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.