Utensílios parte 3 – “O retorno do Chef”

E aí pessoal, tudo beleza? Estou de volta para apresentar outros utensílios de cozinha que ajudarão vocês nas receitas que irei ensinar aqui, e em outras que desejarem fazer. Mais uma vez digo que estes utensílios não são essenciais para sua cozinha, porém sugiro que aos poucos vocês os adquiram.

Amigos iniciantes, não tem como uma pessoa resolver praticar natação e não comprar um bom óculos, não tem como querer ser corredor sem comprar um bom tênis e não tem como praticar judô sem comprar um quimono. O que quero dizer é que para cozinhar com frequência ou até mesmo esporadicamente é necessário fazer um pequeno investimento, vocês não precisam comprar todos utensílios que encontrarem no mercado, mas os que venham a facilitá-los  na cozinha, combinados?

1. Pinça de cozinheiro ou pinça de cozinha – Apesar de alguns chamarem de pegador de macarrão,  não é a mesma coisa. Lembram das ceias de Natal em que seus pais ou algum parente fazia o famoso lombinho de porco? Pois então, em algum momento da preparação dessa comida era necessário virar o lombinho na assadeira para que “corasse” o outro lado. Lembro que na minha casa essa manobra envolvia pelo menos duas pessoas empunhado cada uma dois garfos para que tal façanha acontecesse.

Pois bem com a pinça de cozinheiro tudo se torna mais fácil. Este utensílio é encontrada em diversos tamanhos, as mais simples medem entre 25 e 30 cm e são utilizadas na cozinha, porém existem algumas que medem até um metro com cabo especial de madeira ou silicone e são mais utilizadas em churrasqueiras ou fogo de chão.

Figura 1 - Pinça de cozinha

Figura 1 – Pinça de cozinha (modelo mais tradicional).

Figura 2 - Pinça de churrasco

Figura 2 – Pinça de churrasco.

OBS: A pinça de cozinha difere do pegador (de macarrão) pois as hastes são maiores facilitando segurar carnes mais robustas.

2. Rolo de cozinha – Quando eu era pequeno e ainda não cozinhava, achava que rolo de cozinha só servia para as esposas ameaçarem ou até mesmo baterem nos maridos que “aprontavam” em casa… Antes que me julguem dizendo que estou maluco e incentivando a violência familiar, me respondam, quem não lembra dessa cena nos desenhos animados de antigamente? Ainda nos dias de hoje se faz tal brincadeira com o rolo de cozinha, olhem como o cartunista Chico Caruso registrou as primeiras-damas Michelle Obama dos Estados Unidos (Figura 2) e Carla Bruni da França (Figura 3),  na coluna “Em foco” do Jornal O Globo, em As primeiras-damas e o poder.

Figura 3 - E ela nem conheceu a Monica Lewinsky...

Figura 3 – E ela nem conheceu a Monica Lewinsky.

Figura 4 - Quem pode irritar uma mulher dessa

Figura 4 – Quem pode irritar uma mulher dessa.

No entanto, diferente do que eu pensava quando era pequeno, este utensílio é o principal “abridor” de massas de receitas sejam elas doces ou salgadas, além disso serve para outras funções na cozinha que irei apresentar em algumas receitas. Normalmente o rolo de cozinha é encontrado feito de madeira, porém hoje em algumas casas especializadas e até grandes lojas de departamento é possível encontrar de silicone, aço inoxidável e até de mármore.

Figura 5 - Rolo de madeira.

Figura 5 – Rolo de madeira.

Figura 6 - Rolo de aço inóx

Figura 6 – Rolo de aço inox.

Figura 7 - Rolo de mármore

Figura 7 – Rolo de mármore.

3. Escumadeira ou espumadeira – Esse possivelmente é um dos mais conhecidos, pois até mesmo os mais desajeitados já fritaram umas batatinhas fritas e para tirá-las do óleo quente usaram esse utensílio. Geralmente é encontrado feito de metal, mas é possível encontra-lo em plástico e até mesmo silicone. Trata-se de uma concha muito rasa com furos, presa a um cabo longo.

Diferente do que talvez meus amigos iniciantes pensem, este utensílio não é usado só para fritura, pode ser usado para “pescar” alimentos em líquidos quentes (legumes cozidos por exemplo),  recomendo para os iniciantes os feitos de metal mesmo (figura 8).

Figura 8 - De metal é a mais versátil

Figura 8 – De metal é a mais versátil.

E o último do post é…

Este utensílio é anunciado na maioria dos anúncios de TV e de internet e é conhecido pela maioria das pessoas por MIXER. Na verdade mais do que um utensílio, ele é um eletrodoméstico, pois para funcionar precisa de eletricidade.

Pode ser encontrado de diversos modelos e de diversas marcas e é vendido em qualquer loja que venda eletrodomésticos, a figura abaixo é do modelo que tenho em casa. É o mais dispensável de todos que apresentei, porém facilita MUUUUITO sua vida na cozinha, pois ele pode picar alho, cebola, temperos verdes em geral, além de bater líquidos e massas (até de sorvete) e, em pouca quantidade, pode moer até frios como presunto, peito de peru, mortadela.

O preço dele é tão acessível e as facilidades que ele traz são tão grandes que resolvi antecipá-lo antes do post que pretendo fazer sobre os eletrodomésticos, apesar de dispensável ele vai “acelerar” a confecção de suas receitas (figura 9).

Figura 9 - Utensílio ou eletrodoméstico?

Figura 9 – Utensílio ou eletrodoméstico?

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.