Yakisoba à minha moda

E aí pessoal? Tudo Beleza? Quem me conhece, sabe que sou uma pessoa criteriosa quando o assunto é comida, sempre avalio a qualidade da refeição que estou comendo, comparado com o preço que estou pagando por aquela refeição.

Acredito que o valor de uma refeição deve ser calculado considerando todos os custos, desde os ingredientes que irão fazer parte da receita, até quantidade de gás de cozinha ou eletricidade que será utilizada para prepará-la. Já disse uma vez no post sobre ingredientes que é possível comer uma coxinha recheada com catupiry ou com “catupireco”, porém certamente o custo da primeira será maior que o da segunda.

E por que estou falando um monte de coisa sobre valores de comida? É porque a comida japonesa apesar de ser uma das mais caras, na minha humilde opinião, é uma das mais trabalhosas de preparar, pois seus ingredientes são complicados e exigem um capricho maior na apresentação.

Pensando nisso, hoje trouxe uma receita de yakisoba (ou yakissoba) que faço de maneira relativamente rápida e utilizando ingredientes fáceis de serem encontrados, porém como utilizo espaguete normal e não macarrão de yakisoba original, dei o nome de yakisoba à minha moda:

Vocês vão precisar de:

  • 2 colheres de sopa de manteiga,
  • 2 colheres de sopa de alho picado,
  • 1 cebola ralada,
  • Mais ou menos 300 gramas de peito de frango,
  • Mais ou menos 300 gramas de alcatra em bife,
  • 700 gramas de legumes para yakisoba já cortados,
  • 20 gramas de shitake desidratado,
  • 300 ml de molho pronto de yakisoba,
  • 1 pacote de 500 gramas de espaguete (de boa qualidade).

Como fazer:

Como disse na introdução, tentei fazer essa receita com ingredientes fáceis, por essa razão vou precisar que vocês procurem no mercado as bandejas de legumes para yakisoba já cortados (figura 1), molho pronto de yakisoba (figura 2) e o shitake. Todos eles são fáceis de encontrar em qualquer mercado de médio porte.

Figura 1  – Bandeja de legumes para yakisoba.

Figura 2 – A marca “SAKURA” já está há anos no mercado.

Figura 3 – Shitake desidratado, existem de várias marcas.

Inicialmente, cortem o peito de frango e o os bifes de alcatra em cubos de aproximadamente 1 centímetro (figuras 3 e 4) e temperem apenas com sal.

Figura 3 – Frango em cubos.

Figura 4 – Carne em cubo.

Em uma frigideira ou panela grande (que possua tampa) coloquem a manteiga, o alho picado e a cebola ralada para refogar. Em seguida coloquem a carne (figura 5) e o frango (figura 6) em cubos e mexam com uma espátula de bambu para que as carnes fiquem ligeiramente cozidas (figura 7).

Figura 5 – Carne no refogado.

Figura 6 – Percebam que nem esperei a carne grelhar, coloquei o frango na sequência.

Figura 7 – Carnes ligeiramente cozidos.

Lavem os legumes em água corrente, escorram com uma peneira e coloquem sobre as carnes (figura 8). Em seguida abaixem o fogo e tampem a panela (figura 9).

Figura 8 – Panela grande para não cair pelas bordas.

Figura 9 – Frigideira tampada para abafar os legumes e vegetais.

Permaneçam com a panela tampada em fogo baixo (de 5 a 10 minutos) até perceberem que os legumes e verduras murcharam (figura 10). Na sequência destampem a panela, mexam os legumes e as carnes  tentando inverter a posição deles de maneira que os que estavam por baixo fiquem por cima e vice e versa, incluam os shitakes desidratados (figura 11) e em seguida tampem novamente a panela.

Figura 10 – Perceberam que já diminuiu o volume?

Figura 11 – Incluam os shitakes desidratados.

Após três minutos com a panela tampada, destampem-na, misturem mais uma vez os legumes e carnes (figura 12), incluam o molho de yakisoba pronto (figura 13), deixem o molho começar a ferver, desliguem o fogo, tampem a panela e reservem. Com o molho quente e a panela tampada, os legumes irão murchar ainda mais, só que agora irão cozinhar no molho.

Figura 12 – Tudo junto e misturado… e cozido!

Figura 13 – Com o molho fica bem mais apetitoso.

O último passo, é cozinhar a massa, para isso cozinhem o espaguete de boa qualidade conforme determina as instruções do pacote que vocês compraram, para deixar sua massa al dente (figuras 14 e 15).

Figura 14 – Siga o tempo de cozimento sugerido.

Figura 15 – Espaguete al dente.

Para servirem, esquentem um um pouco o molho reservado, coloquem um pouco da massa em um prato fundo e, com uma concha, cubram a massa com o molho (figura 16).

Figura 16 – Servidos?

 

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.