Carne seca na moranga

E aí pessoal?! Tudo beleza?! Hoje eu irei trazer uma receita de carne seca na moranga. Além de muito gostosa, essa receita tem uma apresentação muito legal e um rendimento muito bom que serve bem até seis pessoas.

Essa receita é uma daquelas refeições que nos cardápios dos restaurantes custam os “zóiodacara”, não que os ingredientes justifiquem um preço tão alto, mas a preparação da receita é complexa, porém vou tentar ensinar da forma mais simples possível os passos complicados da receita que são cozinhar a moranga e desfiar a carne seca.

Vocês irão precisar de:

  • 1 moranga média,
  • 1 caldo de legumes dissolvido em litro de água,
  • 500 gramas de carne seca,
  • 2 colheres de sopa de margarina,
  • 1 colher de sopa de azeite,
  • 1 cebola picada,
  • 2 colheres de sopa de alho,
  • 2 tomates picados,
  • 1 cebola picada,
  • 1 lata de creme de leite e
  • 1/2 xícara de cheiro verde.

Como fazer:

A primeira coisa a ser feita é limpar a moranga com água e uma esponja com sabão em baixo de água corrente para tirar as possíveis impurezas da mesma, afinal vocês não sabem quantas pessoas apalparam a sua moranga antes de vocês comprarem (figuras 1 e 2).

Figura 1 – Deixe  a água correr pela moranga.

Figura 2 – Não se esqueçam da esponja com detergente.

Em seguida, utilizando uma faca cortem uma tampa na parte superior da moranga fazendo um ângulo de aproximadamente 45° para que depois de cortada a tampa não caia para o interior da mesma (figura 3) e na sequência retirem os caroços e o bagaço do interior da mesma (figuras 4 e 5). Não se esqueçam da esponja com detergente.

Figura 3 – Agora com a imagem ficou melhor de entender a angulação da faca.

Figura 4 – Após tirar a tampa tirem tudo de dentro da moranga.

Figura 5 – Tem que ficar esse vazio no interior.

Agora vamos cozinhar a moranga. Como disse antes, esse passo era bem complicado quando eu fazia essa receita antigamente, porém aprendi uma técnica com um amigo que acreditem é fácil, sem sujeira e bem rápida. Peguem o caldo de legumes dissolvido em um litro de água e coloquem no interior da moranga (figura 6), em seguida fechem com a “tampa” que vocês cortaram e enrolem com filme plástico PVC (figura 7), deem umas duas voltas com o filme plástico até deixá-la totalmente envolvida (figura 8) e então levem ao micro-ondas por 25 minutos.

Figura 6 – Se a moranga for um pouco maior, completem com mais água.

Figura 7 – Flime plástico nela toda.

Figura 8 – Acreditem agora é levar ao microondas por 25 minutos. Dá Certo!!!

Enquanto a moranga cozinha vamos “cuidar” da carne seca. Com a carne já deverá estar dessalgada, cortem-na em pedaços menores e coloquem-na numa panela de pressão com água suficiente para cobri-la (figura 9) e levem ao fogo alto até “pegar pressão” e quando isso ocorrer deixem que a carne cozinhe por uns 25 minutos.

Figura 9 – Carne em pedaços menores para cozimento na pressão.

Figura 10 – Olha como fica água após o cozimento.

Após o cozimento da carne jogue a água fora (figura 11), tampe a panela novamente e vamos desfiá-la utilizando a técnica já ensinada aqui (figura 12).

Figura 11 – Joguem a água fora tampem a panela.

Figura 12 - Use a técnica "ninja" já ensinada e desfie a carne muito facilmente.

Figura 12 – Use a técnica “ninja” já ensinada aqui e desfie a carne muito facilmente.

Com a carne desfiada vamos refogá-la. Numa frigideira coloquem a manteiga para derreter junto com o azeite (figura 13) e quando ela derreter coloquem o alho para fritar (figura 15), na sequência a cebola (figura 16) e o tomate (figura 17).

Figura 14 - Manteiga com azeite.

 Figura 13 – Manteiga com azeite.

Figura 12 - Alho para fritar.

               Figura 14 – Alho para fritar.

Figura 16 - Cebola.

Figura 16 – Cebola.

Figura 17 - Tomate.

Figura 17 – Tomate.

Após este último ingrediente mexam bem com uma colher de bambu para que os ingredientes incorporem uns aos outros e principalmente deixar que o tomate seque um pouco (isso pode levar até uns 5 minutos) em seguida coloquem a carne seca desfiada (figura 18) e da mesma forma mexam bem com uma colher de bambu para que a carne seca incorpore aos outros ingredientes.

Figura 18 - Carne seca para refogar.

Figura 18 – Carne seca para refogar.

Após incluírem a carne, caso desejem, coloquem uma pitada de pimenta do reino moída e permitam que a carne seca refogue um pouco nos temperos. Agora na sequência incluam o creme de leite (figura 19), depois incluam o pote de requeijão (figura 20) e por último incluam o cheiro verde (figura 21); sempre misturando bem a cada novo ingrediente incluído.

Figura 20 - Creme de leite.

   Figura 19 – Creme de leite.

Figura 20 - Requeijão.

Figura 20 – Requeijão.

Figura 21 - Cheiro verde.

Figura 21 – Cheiro verde.

Com o recheio pronto vamos voltar para a moranga. Possivelmente o seu micro-ondas já esta apitando lhe informando que o tempo de cozimento já está encerrado, então retirem a moranga COM CUIDADO do micro-ondas (pois estará muito quente), retirem o filme plástico (figura 22), retirem a “tampa” e desprezem a água do seu interior (figura 23).

Figura 22 - Retirem a moranga do microondas e já coloquem no prato que irá à mesa.

Figura 22 – Retirem a moranga do micro-ondas e já coloquem no prato que irá à mesa.

Figura 23 - Retirem toda a água e com uma faca verifiquem se a moranga está cozida.

Figura 23 – Retirem toda a água e com uma faca verifiquem se a moranga está cozida.

Falta pouco. Agora é hora de transferir o recheio para o interior da moranga, esse processo não tem mistério, mas façam-no sem pressa (figuras 24, 25 e 26), antes, porém esquente bem o recheio antes de fazer a transferência.

Figura 23 - Dá água na boca né?!

Figura 24 – Dá água na boca né?!

Figura 25 - Sem pressa...

Figura 25 – Sem pressa…

Figura 26 - Falta pouco...

Figura 26 – Falta pouco…

Como a moranga estará quente devido ao cozimento ela ajudará manter a temperatura do recheio. Pronto amigos, agora é tampar a moranga com a “tampa” que foi feita e sem perder tempo levar a mesa para servir (figura 27).

Figura 27 - Servidos?!

Figura 27 – Servidos?!

Que tal meus amigos? Acharam difícil? Particularmente não acho essa receita um bicho de sete cabeças comparando com outras já publicadas aqui, mas essa receita tem uma particularidade. Caso vocês convidem uns amigos para jantarem nas suas casas dizendo que farão uma carne seca na moranga, fiquem certos amigos que vocês serão considerados “OS CARAS” da cozinha, vale a pena! O elogio para o cozinheiro é o melhor presente que podemos receber dos nossos convidados.

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.