Salmão ao molho de mostarda e mel

E aí pessoal? Tudo beleza? Hoje irei apresentar uma receita que é sucesso total quando faço aqui em casa e que, de tão simples de ser preparada, às vezes é “encomenda” pela minha família no final da tarde para ser preparada para o jantar.

Comer salmão foi uma das formas que adotamos aqui em casa para comermos mais peixe, pois nós como a grande maioria dos brasileiros, não somos adeptos a esse cardápio. Estimasse que o brasileiro consuma cerca de 9,5 kg/hab/ano de peixes por ano, o que é pouco comparado a média mundial é superior a 20 kg/hab/ano*.

O salmão é um peixe de sabor marcante, e por essa razão costuma ser servido com molhos agridoces em diferentes restaurantes. Eu escolhi para vocês um molho que irá combinar o amargo da mostarda com o doce do mel, mas antes de vocês torcerem o nariz, lembrem-se que essa dupla mostrada/mel já foi utilizada em uma outra receita aqui e que deu super certo

Vocês vão precisar de:

  • 1 kg de filé de salmão limpo,
  • 2 colheres de sopa de mel,
  • 2 colheres de sopa de mostarda (de preferência a Dijon),
  • 2 dentes de alho amassados,
  • 1/2 xícara de chá de azeite,
  • Sal e pimenta moída a gosto.

Como fazer:

Em um pote pequeno coloquem o mel (figura 1), a mostrada (figura 2), os alhos amassados (figuras 3, 4 e 5), temperem com a pimenta (figura 6) e por último acrescentem o azeite (figura 7). Mexam bem até obterem uma mistura uniforme e reservem.

Figura 1 – Mel

Figura 2 – Mostarda dijon.

Figura 3 – Eu sei que disse dois dentes, mas para mim alho nunca é demais.

Figura 4 – Amassem bastante.

Figura 5 – Acrescentem na mistura.

Figura 6 – Eu gosto de moer essa mistura de pimentas do moedor.

Figura 7 – Sim, eu mudei  o pote, pois o primeiro não deu todos os ingredientes.

O próximo passo é preparar o salmão. Coloquem o filé inteiro sobre uma tábua e cortem em pedaços de aproximadamente três dedos de espessura. Preocupem-se em cortar os pedaços com mesmo tamanho, pois irá ajudar para que assem por igual quando forem ao forno (figura 8).

Figura 8 – Pedaços do mesmo tamanho.

Em seguida transfira o salmão já cortado para uma travessa refratária, temperem com sal a gosto (figura 9), cubram com o molho reservado (figura 10) e levem à geladeira por no mínimo uma hora para  marinar (figura 11).

Figura 9 – Temperem com sal a gosto.

Figura 10 – Cubram com o molho de mel e mostarda.

Figura 11 – Levem o refratário para marinar coberto por um filme plástico.

Após o tempo sugerido de marinar, transfiram o salmão para outro refratário (figuras 12 e 13) preferencialmente forrado por um papel manteiga ou similar, cubram com papel alumínio e levem ao forno pré-aquecido à 230° C por 25 minutos.

Enquanto o salmão assa no forno, transfiram o molho que estava no refratário para o mesmo pote onde foi preparado e levem ao microondas (ou a uma panela), por tempo suficiente para aquecer, pois ele irá cobrir o salmão quando ele estiver no prato já assado.

Figura 12 – Utilizem uma pinça de cozinha para pegar os filés de salmão.

Figura 13 – O papel manteiga irá ajudar na hora de limpar o refratário.

Após o tempo sugerido para assar, retirem o refratário do forno e  transfiram os pedaços de salmão diretamente para o prato que irá a mesa. Cubram com o molho e sirvam imediatamente (figura 14). Como sugestão, eu servi o salmão acompanhado de um purê de mandioquinha e de um arroz negro.

Figura 14 – Servidos? 

 

*Fonte: https://www.peixebr.com.br/peixe-br-lanca-campanha-para-aumento-do-consumo-de-peixes-de-cultivo-no-pais/

VAMOS TENTAR?
AOS TALHERES!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.